segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O quartinho da filha d´A Melhor Amiga da Barbie

Fomos visitar o futuro quartinho de uma menina que ainda está na barriga da mãe e estamos ansiosas para mais este desafio.

O espaço encontra-se em fase de obra e esta é altura ideal para uma equipa de interiores entrar em cena. 
Com um espaço em bruto é possível adaptar os acabamentos e escolhas (desde pavimento, à localização dos pontos de luz e tomadas...) àquilo que funciona melhor para o espaço e não o contrário. 
E porque ainda faltam uns mesinhos para a Vitória nascer, temos bastante tempo para planear e pôr tudo em prática.

É um espaço pequeno (menos de 10 m2) mas mesmo em pouca área é possível fazer magia.
Há coisas que sabemos à partida, serem essenciais, como a luminosidade e o uso e abuso das cores claras para que o espaço não se torne visualmente ainda mais pequeno.

Já chegámos com algumas ideias da conversa com a futura mamã  Ana Gomes e, entre muitas coisas, a paleta de cores já está definida.

O novo mobiliário e decoração será da marca La Redoute e já vimos um enorme leque de possibilidades.

Sendo um quarto pequeno, as peças de mobiliário serão escolhidas criteriosamente de modo a não «atafulhar» o quarto e evitar ao máximo que este se torne pouco funcional.

Tivémos ainda uma bela surpresa, um roupeiro antigo lindo a que queremos muito dar uma «nova cara» com a ajuda das tintas Barbot .

Vamos fazer questão que nos acompanhem durante este «antes e depois».
 Acham que estamos no bom caminho??




Fotos do espaço


Inspiração: Pinterest

Possibilidades de cores Barbot



Possibilidades de cadeirões La Redoute



Beijinhos,
Kátia e Miriam

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Erros de decoração no quarto das crianças

Colocação do mobiliário
Mobiliário mal posicionado faz com que o quarto pareça desarrumado e demasiado ocupado.
Há distancias que devem ser respeitadas, como por exemplo o espaço entre o muda fraldas e o berço. É necessário espaço para abertura de portas e circulação.
Mobiliário demasiado grande para um espaço pequeno enche demasiado, assim como mobiliário pequeno em quartos grandes dá a sensação de as peças estarem perdidas no espaço.

Cor
A utilização de cor nos quartos dos bebés, deve ser moderada e devem ser escolhidos maioritariamente tons suaves.

Demasiados brinquedos
O ideal é deixar apenas alguns que combinem com a decoração e guardar a maioria em baús, cestos e sacos giros de fácil acesso para eles. O mercado está cheio de opções lindas.

Combinações
Combinar demasiado a colcha da cama com o cortinado, tapetes e abajures é algo a evitar também.

Iluminação
O quarto precisa de iluminação para aconchegar e trazer conforto.
O ideal é questionar-se que utilização fará daquele espaço à noite (e onde).
A resposta indicará que aquele sitio necessita de luz.
A zona onde a criança irá ler, onde os pais vão dar o biberão... são alguns exemplos.

Os quartos das crianças merecem um planeamento adequado. Isto porque o seu filho vai crescer e inevitavelmente terá de ir adaptando a decoração do espaço consoante as necessidades ao longo dos anos.
Com um projecto de decoração poderá ver que utilização poderá fazer do espaço, não só naquele momento, como nos próximos anos e quais as compras mais acertadas no futuro.

Deixamos para inspiração, um room tour de um quarto de bebé do atelier Sissy & Marley que (para nós) junta tudo de bom.
Esperamos que gostem.







Beijinhos,
Kátia e Miriam